+55 81 31270881 hi@inlocomedia.com
Shares

A compra de mídia mobile é uma das estratégias mais promissoras para a sua campanha publicitária. O número de usuários de tablets e smartphones não para de crescer no Brasil. Segundo uma pesquisa do eMarketer, o nosso país conta com 64 milhões de pessoas conectadas a algum dispositivo móvel.

compra de mídia mobile

Isso significa que com anúncios mobile você pode impactar mais de um quarto da população do Brasil! Porém, junto com os anúncios mobile, vem a seguinte dúvida: onde investir? Para responder a sua dúvida, criamos este guia com os 6 principais opções de compra de mídia mobile no Brasil.

Confira agora as principais opções de compra de mídia mobile no Brasil

1. Facebook

O Facebook é uma das primeiras opções quando se fala em compra de mídia mobile. Afinal, a empresa de Mark Zuckerberg conta com duas das maiores redes sociais para a veiculação de anúncios: o próprio Facebook e o Instagram.

Pelo fato de contar com um bilhão de usuários ativos diariamente em sua base, anunciar com o Facebook pode ser uma boa ideia para quem deseja alcançar um grande volume de impressões. Os dados do Facebook no Brasil impressionam:

  • 8 em cada 10 brasileiros conectados estão no Facebook.
  • 1,48 bilhão de pessoas no Facebook;
  • 800 milhões de pessoas no Facebook Messenger;
  • 400 milhões de pessoas no Instagram.

Porém, apesar de contar com uma audiência massiva, o Facebook é centro de polêmicas quando o assunto são os seus métodos de contabilização de métricas. No caso de anúncios em vídeo, o Facebook cobra por cada vez que o vídeo ficou 100% visível na tela do usuário, porém não há um tempo mínimo para confirmar que a visualização foi válida. Ou seja, mesmo que o usuário tenha ignorado o seu anúncio enquanto rolava o feed, você será cobrado pela visualização do vídeo.

Outro ponto problemático para quem anuncia no Facebook é a segmentação a partir dos interesses do usuário. Você já parou para analisar os tópicos que você apontou como interesses quando fez a sua conta há alguns anos? Muito provavelmente uma parte deles estará obsoleta. E não será diferente com a sua audiência.

2. Google

Quando se pensa em compra de mídia digital, o Google costuma ser a primeira empresa que vem à cabeça, não é? Mas o famoso Google Adwords também é uma ótima plataforma para a compra de mídia mobile.

Sabe aqueles anúncios que você vê no topo da página de pesquisa do Google? Qualquer marca tem a chance de aparecer lá utilizando o Google Adwords. Para começar a anunciar, basta fazer uma conta na plataforma.

A grande sacada por trás do serviço é o uso de palavras-chave como forma de segmentação. Na hora de submeter o anúncio, você deve focar em se colocar no lugar do seu consumidor e indicar em quais buscas (ou palavras-chave, para os íntimos) você deseja que a sua campanha apareça.

Se você quiser promover uma agência de turismo, por exemplo, palavras-chave como “pacote de viagem” e “promoção pacote de viagem” podem render ótimos resultados.

Outra característica interessante do Adwords é Rede de Display. Com ela, você segmenta a sua campanha de acordo com os interesses do seu público e tem a sua campanha veiculada nos milhares de sites cadastrados no Google Adsense (o serviço do Google para que os donos de sites monetizem através da exibição de anúncios). Assim, você cadastra a sua campanha em uma única plataforma e tem os seus anúncios exibidos em diversos sites.

O ponto de atenção do Google Adwords que devemos levar em conta é não se pode utilizar dados sociodemográficos da audiência. Características importantes como gênero, idade e classe social não podem servem como parâmetros para segmentar a audiência da campanha na plataforma. Por isso, dependendo do nicho da sua campanha, o Adwords pode não ser a melhor escolha para a compra de mídia mobile.

3. Twitter

O Twitter Ads é o serviço de compra de mídia digital oferecido pelo microblog Twitter. Em 2015, 80% dos usuários do Twitter acessavam a rede social via dispositivos móveis. Logo, anunciar no Twitter é sinônimo de anunciar mobile.

De acordo com experimentos realizados pela WordStream, o Twitter apresenta um CTR maior do que os seus competidores. Ainda de acordo com a pesquisa, o CTR de campanhas no Twitter é de 3,6%, um valor bastante expressivo quando comparado com o CTR do experimento no Facebook, que foi de 0,4%.

Se você deseja gerar brand awareness ou cliques para o seu site, o Twitter é a plataforma perfeita. Porém, se o seu objetivo for gerar vendas reais no mundo físico, o Twitter Ads deve ser repensado. Além de ter um custo alto, o microblog não conta com nenhuma solução especificamente voltada para o varejo físico.

compra de mídia mobile

4. In Loco Media

Líder nacional no uso da geolocalização, a startup brasileira é especialista em ações mobile voltadas para a geração de visita físicas ao ponto de venda. Se o seu principal objetivo for aumentar o tráfego de pessoas dentro das lojas da sua marca, a tecnologia exclusiva da In Loco Media é a melhor opção de compra de mídia mobile.

Você já ouviu falar em geolocalização? Esta tecnologia tem dado o que falar ao redor do mundo. A partir da análise de dados geolocalização da audiência, o anunciante é capaz segmentar as campanhas de forma muito mais assertiva.

Além de permitir a segmentação de campanhas mobile a partir de parâmetros clássicos como gênero, faixa etária e classe social, a geolocalização oferece uma power up que funciona como uma espécie de arma secreta: os lugares preferidos da audiência e a sua localização atual.

Na prática, isso significa que a sua marca entrará em contato com o público-alvo no momento mais propício para o fechamento da compra: quando um cliente em potencial está próximo ou até mesmo dentro da sua loja.

Mas a geolocalização não se restringe a entregar anúncios ao público que esteja próximo aos seus pontos de venda. Na verdade, você pode impactar o target em qualquer endereço, desde que ele seja estratégico para a sua campanha como, por exemplo, uma loja concorrente.

E o melhor é que você não vai precisar instalar nenhum tipo de dispositivo físico nas suas lojas para começar a utilizar a Se você quiser saber mais sobre a In Loco Media, você pode baixar o mídia kit clicando aqui.

5. Waze

Sempre que passa perto de shoppings e lojas com o Waze aberto você vê anúncios de lojas? Eles aparecem para você graças à plataforma de anúncios do aplicativo. Essa é uma ótima alternativa de compra de mídia mobile porque o Brasil é o segundo maior mercado do Waze, com mais de seis milhões de usuários.

Além de contar com uma grande base de usuários, o Waze oferece anúncios que mostram ao usuário a melhor rota para o ponto de venda do anunciante. Isso significa que o público impactado tem chances reais de se dirigir ao ponto de venda e concretizar uma compra.

O contraponto dos anúncios do Waze é o fato de que eles aparecem para absolutamente todos os motoristas que estejam próximos do endereço do estabelecimento. Ou seja, até mesmo aqueles que não tem um perfil condizente com a identidade da marca serão impactados pela campanha.

Por um lado esse tipo de ação pode alavancar o tão desejado efeito de brand awareness. Porém, se interpretarmos sob a ótica do consumidor que mora próximo ao ponto de venda daquela marca e não se identifica com ela, ser impactado por esta campanha toda vez que chega em casa pode ser um tanto incômodo.

6. TagPoint

O TagPoint também é uma startup nacional que utiliza os famosos beacons para entregar conteúdo relevante que impacte as pessoas de forma assertiva.

Aqui, o processo é diferente de todas as alternativas citadas acima: com o Tagpoint você precisa adquirir beacons, instalá-los em seu estabelecimentos, convencer o seu público a instalar o aplicativo da Tagpoint para que, só depois deste processo, você comece a impactar o seu target.

Apesar do processo inicial ser complicado, o serviço oferecido pelo Tagpoint é bastante interessante se você pensar pelo lado do público: se uma pessoa estiver disposta a instalar um aplicativo apenas para receber seus anúncios e ofertas, ela estará verdadeiramente interessada em ouvir o que a sua marca tem a dizer.

O aplicativo do Tagpoint está disponível para dispositivos iOS e Android e permite que o público receba conteúdo, ofertas e vantagens exclusivas sem que seja necessário fazer uma busca ou realizar alguma atividade mais complexa no smartphone. Ele funciona como um canal direto entre a loja e o cliente.

Como escolher melhor opção de compra de mídia mobile?

compra de mídia mobile

Não existe uma resposta absoluta para esta pergunta. Dependendo dos objetivos da sua campanha, você pode chegar a escolher mais de uma opção. Na dúvida, sempre estude a melhor forma de oferecer uma experiência impecável para o seu público-alvo.

Na dúvida, sempre estude a melhor forma de oferecer uma experiência impecável para o seu público-alvo.

Curtiu?

Então compartilhe com seus amigos!